Exercitando a cabeça de sonhos

11 de outubro de 2010
Enquanto babilônia dorme
 Autor: Samuel Nascimento

O gosto do vento, batendo em mim
Sentindo o momento do sopro do fim
O fim do começo, a virada do meio
Um pouco sem medo, eu desejo seguir

 Com o pedalar do destino passo nas ruas
Abro os braços, fecho os olhos e sinto a lua
Cair no peito de mais um desejo...
O desejo de seguir

No asfalto sem carros, mostram a calma do caos do amanhã
E cada arrepio passa a tranquilidade para uma mente sã
Os neurônios queimaram juntos com a memória
Mas a intensidade da viagem não me fez esquecer a história



Deixa fluir... ♪ “Estou a dois passos do paraíso.” ♫

4 Críticas:

  1. Anônimo disse...:

    muito bom blog, imaginei a cena do texto
    simplesmente viagem!
    parabens

  1. Num sonho eu era como o vente e podia voar ♫'
    é so deixar subir, a viajem é melhor e mais longa, tudo esta em camera lenta... vejo tudo com os minimos detalhes... me sinto diferente de todo mundo...

  1. viajem assim é q bom... ^^
    parabens pelo blog, muito bom

  1. Joatan disse...:

    Muito Bom, que a luz continue iluminando essa sua mente para que cada veztu possa escrever, e que isso se dirija a todos aqueles que gosta deuma boaleitura
    parabens meu amigo,

Postar um comentário

Expresse sua opinião

Visitantes online