Fazer arte é crime! Roubar é arte!

5 de setembro de 2011


A indignação bate no peito e a falta de respeito lagrimeja o meu coração.
Este vídeo demonstra o quão baixo o sistema é. Maltratam quem quiser. E quem quer ganhar a vida só, com o seu talento, sua
arte, são marginalizado, e obrigado a dependência e ser escravo da demência dessa 'verdade'. Banalizam a cultura e o artesanal. Julgam pela postura na vida social? Não. Creio que não. As pessoas que são mostradas nas imagens são melhores que eles, que destroem todo o trabalho dos insolados. Que resistem a corrupção. São roubados, desrespeitados e ainda tem de ficar calado? Tem de gritar, Estupefator! Não precisamos de seu amor. Só de um favor - Trabalhe para a segurança! Trabalhe sem governança. Tanta ignorância Se manca!
Não precisamos de autorização para trabalhar. Nem para viver e nem para indagar.
Enquanto roubam e exterminam o direito para impor medo, e ainda publicam informações distorcidas, suas vidas se transformam em afeições falidas. homicidas!
O suor e o frio de dormir na rua não só é mais revoltante que a tua postura, como nos mostra de quem é a culpa de tanto ódio sórdido. Conduta? Só hipocrisia, aleivosia, monotonia e exagero de capitania. A luta há de continuar. Quem tiver coragem de bater de frente continuará com a espada da mente. Com a verdade consciente. Então leitor, sente e esquente essa revolta. Esse clamor. O poder de questionar é de todos os incomodados. Devemos incomodar e não focar acomodado, calado ou conversando com a tevê. Tem que ser. Ver e dizer aquilo que não quer para você. Sofremos e não vemos que a culpa não é da pobreza e nem de favela, é da nobreza que nos cela e nos induz a manipulação imposta por ela. Proibicionistas, sensacionalistas, conservadores que causam dores. Cinismo,consumismo e conduta à ditadura.






Isso acontece não só com os artistas de rua, como todos os pobres e favelados deste país. Como se constrói uma favela? Muitos pensam que é fruto já do tráfico e da marginalidade. Mas não, Os prejudicados e mal vistos na sociedade, como qualquer outro grupo social, se unem para criar o seu lar, sua comunidade. E com o sistema da educação ridículo que temos, o chamado 'povão' é induzido a ser um subprodutivo, excluído e indigente. E as mentes acabam que armando formas de ganhar poder. E é daí que surge o tráfico de drogas. Com drogas ilegais e com demanda excessiva mundialmente, o dinheiro fica fácil. As oportunidades limitadas os levam a essa atividade (comercial). E como tudo isso não é legal e melhor controlado, os que não são, muitas vezes, nem alfabetizados são obrigados a se armarem contra os inimigos que invadem a sua comunidade e as amedrontam, matam, massacram, trucidam e exterminam. Não é ser favorável ao tráfico ilegal de drogas. E sim pensar em uma sociedade menos severa e com menos desigualdade.
O sistema então convoca a sua melhor forma de manipular. A mídia burguesa mostra para todos (ricos e pobres) que a polícia está fazendo o seu trabalho, que devem dominar a todo custo um território de ilegalidade, exclusão e segregação na sociedade. Necessidade de demonstrar poder. Fazer do trabalho uma forma de impor. Alimentando a raiva, a ignorância e uma vida sem cor.

Com uma arma na mão eles se acham melhores. Usam como se fosse brinquedo e esquecem que são só mascotes dos sacerdotes maiores.
O próximo vídeo explica em imagens toda essa nossa indignação. Revolta de ser humano, contra o dano dos tiranos. Profanação!
Invitam o exército que sem qualquer mérito atiram, oprimem, transgridem a ética e a filosofia céptica.









A música a seguir finaliza a primeira parte dessa indagação. (A segunda parte será escrita pelo Nildo Jr.)


<;

DIVULGUEM!

Um oferecimento ao
http://belezadamargem.wordpress.com/ , os autores, o câmera anônimo e corajoso do segundo vídeo, e a todos os mártires resistente dessa vida suja e impura.

em desabafo, Sam Nativo.

15 Críticas:

  1. ee pdp ja vii isso uma veiiz ee uma vergonha aas



    http://corpo-definido.blogspot.com/

  1. Muito legal! :D
    Parabééns

  1. Fogo disse...:

    As pessoas podem todas criticar em paz e sem revolta.

  1. Anônimo disse...:

    Muitas vezes o "desacato à autoridade" vem de uma indignação de um cidadão consciente que teve os seus direitos suprimidos por autoritários, como mostra o vídeo. Mais uma para aumentar a minha vergonha brasileira.

  1. Anônimo disse...:

    fogo, vai tomar no seu cu conservador. paz entre os povos, guerra entre as classes!
    ;)

  1. Sam Nativo disse...:

    a revolta é fruto da intolerância de abusos e covardia. Veja tudo para opinar melhor.

  1. Lu Antero disse...:

    Muito bom texto. Seguindo.
    www.lucieneantero.blogspot.com

  1. Ri disse...:

    Esse é o país em que vivemos!!!

  1. Garcez disse...:

    ja foi pior....

    duro mesmo era na ditadura q vivemos nos anos 70 e 80... quando qualquer coisa que seja tinha que passar pela avaliação da censura

    www.ouvindoparalamas.blogspot.com

  1. posso assinar aonde??
    concordo com tudo o que disse.
    realmente fazer ARTE nao é uma tarefa nada fácil
    =\

  1. Garcez não é pq ja sofreram mais no passado q devemos sofrer tbm. Pelo contrário, ja q pasamos por isso o certo seria nao mais acontecer algo do tipo. O sistema finge q a ditadura acabou, mas vivemos em uma, e ainda pior - ela é escondida

  1. É... Ainda teimam em dizer que dignidade é questão individual! Sabe o que é? Narcisismo. Morro de pensar que querem me matar intelectualmente.
    De tudo, fico com a incerteza, julgamento e as aflições dos menores, que nem menores são!
    ARTE É DIGNIDADE E DIGNIDADE É LUTA!

    Parabéns pelo blog.

  1. O problema é que as pessoas não sabem diferenciar protestar pelos direitos e desacatar, eu falo isso dos dois lados.

    graças a Deus a ditadura acabou no Brasil,já foi muito pior,mas temos que saber aod evai o direito de cada um

  1. Sam Nativo disse...:

    a produção de arte é cultura, cultura é direito de todos. indignar com abuso de autoridade tbm é direito de voz

  1. Naty disse...:

    Eu super concordo com você! Seu texto retrata uma triste realidade, a sociedade só valoriza o dinheiro (e aqueles que detêm). =s

Postar um comentário

Expresse sua opinião

Visitantes online